Design a site like this with WordPress.com
Iniciar

O que faz um gestor ou administrador de condomínios?

Terrillo Walls / Unsplash

Em muitos prédios, a gestão do condomínio fica a cargo de um dos moradores. No entanto, também há empresas que se dedicam exclusivamente a prestar estes serviços. Sabe o que faz um gestor ou administrador de condomínios professional?

1. Organizar a contabilidade do condomínio e a assembleia de condóminos.

A principal função do gestor do condomínio e das empresas de gestão de condomínios é organizar a contabilidade do condomínio. O gestor precisa de equilibrar as receitas e as despesas, de forma a manter o prédio nas melhores condições para todos os que lá vivem. Por isso, outra das coisas que o gestor de condomínio faz é organizar a assembleia de condóminos e aprovar o orçamento.

2. Enviar facturas e recibos aos condóminos. 

Embora se enquadre na contabilidade do condomínio, vale a pena realçar esta função. Embora muitos gestores informais não o façam, o administrador do condomínio tem a obrigação de enviar facturas dos valores a pagar aos condóminos e emitir os recibos de pagamento.

3. Assegurar-se que todos cumprem as suas obrigações.

Por vezes, há condóminos que não pagam as suas quotas ou que estão incontactáveis (por ex, por terem as casas devolutas). O administrador de condomínio pode agir legalmente para exigir o pagamento da dívida ou encontrar condóminos “perdidos”. 

4. Procurar orçamentos para qualquer serviço. 

Também é responsabilidade do gestor de condomínio procurar o preço de serviços para a casa, de forma a conseguir aprovar em assembleia acções de reparação e manutenção. Além disso, deve fazer a gestão os serviços recorrentes (por exemplo, elevadores e limpeza) e procurar os melhores fornecedores. 

5. Estar sempre disponível em caso de crise.

No caso de haver algum problema no prédio, como um problema na bomba de água ou alguém ficar fechado no elevador, o administrador de condomínio deve estar disponível para agir. Geralmente, é esta pessoa tem acesso à casa das máquinas e o contacto dos prestadores de serviço.

6. Gerir conflitos entre vizinhos. 

Por fim, o administrador de condomínio também tem de ser muitas vezes um gestor de conflitos. Não é raro os vizinhos discutirem quanto ao uso dos espaços comuns, por isso o gestor deve intermediar.

Advertisement

Publicado por Helena Sousa

Jovem adepta de uma vida saudável.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers gostam disto: